domingo, 3 de abril de 2011

MONSENHOR TABOSA ENTRE AS CIDADES COM ALTO INDICE DE DENGUE




O crescimento no número de casos de dengue no Estado, principalmente no interior, preocupa autoridades no Estado e Municípios. O Ceará é um dos Estados no País com o maior número de casos da doença registrados. Já são 15 óbitos, um deles na Capital. Foram notificados, conforme o último boletim divulgado pela Secretaria de Saúde do Estado (Sesa), no dia 18 último, 11.613 casos suspeitos de dengue, em 158 municípios. Desses, 5.534 foram confirmados, em 144 deles. Itapipoca lidera com 688 casos de dengue e dois óbitos. Desses, 29 são de dengue hemorrágica.

No Estado, Itapipoca lidera o número de casos da dengue. No último boletim da Secretaria de Saúde do Estado (Sesa), foram apontados 668 casos, que vêm crescendo desde o fim de 2010, com registro de um óbito. Além de Itapipoca, os Municípios de Massapê e Santa Quitéria, na Zona Norte, também apresentam quadro preocupante.

Em Santa Quitéria, com um batalhão de 90 agentes de saúde, oito enfermeiros, servidores municipais de combate à dengue e equipes da Secretaria de Vigilância de Saúde, foi iniciada na semana passada uma luta contra o mosquito transmissor da doença. A mobilização envolveu os moradores dos bairros Passarada, Jardim Residencial, Novo, Orquídeas, Mutirão, São José e, ainda, Roça de Santa Quitéria.

Na região dos Inhamuns, dois Municípios apresentam maior número de casos de dengue, de acordo com o último boletim da Sesa: Monsenhor Tabosa e Crateús, 92 e 57 casos confirmados, respectivamente. Em Monsenhor Tabosa, a Secretaria Municipal de Saúde está utilizando os meios de comunicação, semanalmente, como canal de informação e apelo à população, além de reuniões nos bairros e palestras nas escolas como forma de conter o avanço da doença.

(Com informações do Diário do Nordeste ).

Nenhum comentário: