sexta-feira, 8 de abril de 2011

UNIDADE DO CREAS JÁ FUNCIONA EM MONSENHOR TABOSA



A prefeitura de Monsenhor Tabosa através da Secretaria de Assistência Social que tem a frente à Secretária Cléa Teixeira, implantou no município em janeiro de 2011 o Centro de Referencia Especializado de Assistência Social – CREAS. A unidade está instalada e em plena atividade na Avenida Antonio Souto, nº 09 – Centro.
 
O CREAS, organizado dentro do Sistema Único de Assistência Social –SUAS. Constitui-se unidade pública estatal, responsável pela oferta de serviços especializados e continuados a crianças, adolescentes, mulheres, pessoas idosas e pessoas com deficiência em situação de ameaça, direitos violados e/ou em conflito com a Lei. (Proteção Social Especial - Média e Alta Complexidade). O Assistente Social e o Psicólogo são profissionais referências nas atividades.
 
Objetivos do CREAS: assegurar proteção social imediata e atendimento interdisciplinar às pessoas em situação de violência, visando sua integridade física, mental e social; Fortalecer as redes sociais de apoio á família; Contribuir no combate a estigmas e preconceitos; Prevenir o abandono e a institucionalização; Fortalecer os vínculos familiares e a capacidade protetiva das famílias. Promover à construção de projetos de vida individuais e sociais.
 
Serviços Ofertados: Serviço de Proteção e Atendimento Especializado a Famílias e Indivíduos – PAEFI, em situação de direitos violados; Serviço de Proteção Social a adolescentes em cumprimento de medida sócio educativa em meio aberto de Liberdade Assistida – LA e Prestação de Serviço Comunitário (PSC); Serviço de Proteção Social Especial para pessoas com deficiência, pessoas idosas e suas famílias; Serviço especializado para pessoas em situação de Rua; Verificação e acompanhamento de famílias em situação de risco encaminhadas pelo Conselho Tutelar e/ou Ministério Público; Identificação e averiguação dos casos de suspeita ou confirmação de abuso e/ou exploração sexual infanto-juvenil com encaminhamento médico, acompanhamento para exames periciais, registro de ocorrência, atendimento psicológico e social de modo individual e/ou em grupo; Envio de relatórios ao Ministério Público bem como a outros órgãos competentes quando necessário.
 
Público: Crianças e adolescentes vítimas de abuso e/ou exploração sexual; Crianças e adolescentes vítimas de violência doméstica (física e/ou psicológica) e/ou em situação de negligencia familiar; Adolescentes em cumprimento de medida sócioeducativa em meio aberto (LA e PSC) e quando no fim dessas, se necessário, suporte à reinserção sócio familiar; Mulheres vítimas de violência doméstica (física ou psicológica); Pessoas idosas vítimas de exploração financeira, violação de direitos e em situação de risco; Comunidade LGBT (lesbicas, Gays, bissexuais, travestis e transexuais), alvo de preconceito, discriminação ou quaisquer outras situações de violência. Famílias em situação de descumprimentos das condicionalidades do Progrma Bolsa Família – PBF em decorrência de violação de risco.
 
A Assistente Social – Suely Holanda, esclarece que no trabalho desenvolvido pela equipe técnica do CREAS (serviço social – psicologia, pedagogia e direito) é construído um Plano Individual de Atendimento –PIA; que consiste em um novo projeto de vida para este usuário, voltado à superação do direito violado para uma nova perspectiva de vida. Suely diz ainda que o CREAS/MT se articula com a rede de proteção especial: Judiciário; Ministério Público; Conselho Tutelar; Saúde; Educação; Assistência Social; Alcoólicos Anônimos – AA; Câmara Municipal e algumas Associações Comunitárias.
 
Já a coordenadora do CREAS Luzinete Brito, explica que as atividades devem funcionar em articulação com as demais políticas públicas e serviços de proteção social básica e especial, que compõe o Sistema de Garantia de Direitos no intuito de estruturar uma rede efetiva de proteção e promoções dos direitos.
 
Luzinete explica também que a entidade está preparada para recepção de denúncias e averiguação através de visitas domiciliares com acompanhamento e encaminhamento dos casos aos órgãos competentes como: delegacia, médico, Ministério Público, INSS, etc. As denuncias podem ser feitas junto ao CREAS/MT na Avenida Antonio Souto, nº 09 – Centro; pelo telefone (88) 3696-1240 ou através do E-mail: creasmonsenhortabosa@gmail.com
 
A psicóloga Tatiara Nascimento, explica que está sendo elaborado um diagnóstico sobre a situação de violação dos direitos humanos no município de Monsenhor Tabosa, esse movimento irá nortear todas as ações para o enfrentamento e prevenção das violências. Até o momento existem 52 casos em atendimento no município. Afirma.
 
A equipe Interdisciplinar do CREAS de Monsenhor Tabosa é composta pelos seguintes profissionais: Neuza Borges – Pedagoga; Ricardo Alves – Advogado; Suely Holanda – Assistente Social e Tatiara Nascimento – Psicóloga. Coordenação / Luzinete Farias Brito (Coordenadora); Cléa Teixeira (Secretária de Assistência Social). A implantação do CREAS é mais uma conquista na gestão do prefeito José Araújo Souto.
 

POR: DORISMAR RODRIGUES

2 comentários:

gloria disse...

Sou conhecedora do trabalho do CREAS,parabenizo,a toda equipe,em especial, a querida amiga Tatiara,nossa Pscòloga muito querida,tenho muito orgulho em ter trabalhado com ela na SMAS,em nossa cidade,meus sinceros votos de sucesso para toda equipe de Mosenhor Tabosa

disse...

parabéns ao Creas de monsenhor tabosa, Tatiara é uma excelente profissional.